Museu da Imigração: os ecos de uma hospedaria

O nome é bastante genérico, mas o Museu da Imigração foi concebido com o propósito específico de contar a história das pessoas que chegaram a São Paulo para trabalhar nas plantações de café e tiveram como primeira moradia a antiga Hospedaria de Imigrantes, ou Hospedaria do Brás, instalada no prédio Leia mais… »

Prédio do CCBB SP: reflexo da história da cidade

O Centro Cultural Banco do Brasil, mais conhecido pela sigla CCBB, é uma das instituições mais importantes de sua área no Brasil – com unidades em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília -, mas seu diferencial em relação a outras espaços de semelhante nível de programação e Leia mais… »

Cais do Valongo: a antessala do inferno

Durante o fim do século 18 e o começo do século 19, o Cais do Valongo, no Centro do Rio de Janeiro, foi a porta de entrada de aproximadamente um milhão de africanos trazidos à força de seu continente para trabalhar na condição de escravizados. Em apenas 40 anos, recebeu Leia mais… »

Tava ou Casa de Transformação: o Museu das Culturas Indígenas

Para início de conversa, o Museu das Culturas Indígenas, localizado no bairro de Água Branca, em São Paulo, não foi batizado apenas na língua do colonizador. Os povos ali representados o chamaram de Tava, palavra Guarani que significa Casa de Transformação. O nome não está na denominação oficial – como Leia mais… »

Edifício Altino Arantes: ícone do Centro de São Paulo

Historicamente conhecido como Prédio do Banespa – o antigo banco estatal de São Paulo -, e rebatizado como Farol Santander depois da aquisição pela empresa espanhola, o Edifício Altino Arantes é um dos primeiros arranha-céus de São Paulo e durante quase duas décadas ocupou a posição de prédio mais alto Leia mais… »

Joias de coco e ouro: uma tradição do Jequitinhonha

Contavam os mais antigos que toda menina nascida no Vale do Jequitinhonha ganhava um brinco de coco e ouro. Atualmente, essa tradição não é mais seguida e são poucas as mulheres da região que ainda têm conhecimento de sua existência. Mas se o hábito de presentear as recém-nascidas ficou perdido Leia mais… »

Museu do Ipiranga: um monumento à Independência

Nem tudo que está no Museu do Ipiranga diz respeito diretamente à Independência do Brasil, mas foi para marcar esse fato histórico que seu prédio foi construído. A ideia era criar um monumento comemorativo ao famoso ‘grito’  nas proximidades do Ipiranga, pois embora todos saibam que a independência é resultado Leia mais… »

Sempre-vivas: as flores do Jequitinhonha

Quem já foi a Diamantina, certamente se deparou, pelo menos uma vez, com sempre-vivas, seja na decoração de casas e locais públicos; seja em bijuterias e outros produtos artesanais; ou simplesmente acomodadas em cestos e expostas à venda em calcadas e praças. O Vale do Jequitinhonha, onde está localizado o Leia mais… »

Museu das Favelas: o passado ressignificando o presente

Imagine um Museu das Favelas dentro do Palácio dos Campos Elíseos – uma das construções mais icônicas da elite cafeicultora de São Paulo. O que pode haver de comum entre uma coisa e outra? A resposta é longa, mas segundo seus idealizadores pode ser resumida por um símbolo africano, denominado Leia mais… »

Cemitério dos Pássaros: recanto poético em Paquetá

A poesia está em toda parte, a começar pela própria ideia de construir o Cemitério dos Pássaros na poética Ilha de Paquetá, que é um bairro do Rio de Janeiro. Prossegue na trilha sonora, pois, permanentemente, seja ou não dia de enterro, quem visita o local é embalado pelo canto Leia mais… »