Museu da Imigração: os ecos de uma hospedaria

O nome é bastante genérico, mas o Museu da Imigração foi concebido com o propósito específico de contar a história das pessoas que chegaram a São Paulo para trabalhar nas plantações de café e tiveram como primeira moradia a antiga Hospedaria de Imigrantes, ou Hospedaria do Brás, instalada no prédio Leia mais… »

Prédio do CCBB SP: reflexo da história da cidade

O Centro Cultural Banco do Brasil, mais conhecido pela sigla CCBB, é uma das instituições mais importantes de sua área no Brasil – com unidades em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília -, mas seu diferencial em relação a outras espaços de semelhante nível de programação e Leia mais… »

Tava ou Casa de Transformação: o Museu das Culturas Indígenas

Para início de conversa, o Museu das Culturas Indígenas, localizado no bairro de Água Branca, em São Paulo, não foi batizado apenas na língua do colonizador. Os povos ali representados o chamaram de Tava, palavra Guarani que significa Casa de Transformação. O nome não está na denominação oficial – como Leia mais… »

Museu do Ipiranga: um monumento à Independência

Nem tudo que está no Museu do Ipiranga diz respeito diretamente à Independência do Brasil, mas foi para marcar esse fato histórico que seu prédio foi construído. A ideia era criar um monumento comemorativo ao famoso ‘grito’  nas proximidades do Ipiranga, pois embora todos saibam que a independência é resultado Leia mais… »

Museu das Favelas: o passado ressignificando o presente

Imagine um museu dedicado aos moradores das periferias, e batizado como Museu das Favelas, dentro do Palácio dos Campos Elíseos – uma das construções mais icônicas da elite cafeicultora de São Paulo. A conexão entre essas duas realidades politicamente opostas pode ser resulida, segundo os organizadores do museu, por um Leia mais… »

Avenida Paulista: corredor cultural e símbolo de São Paulo

Não é à toa que a Avenida Paulista tem o título, conquistado por voto popular, de Símbolo de São Paulo. Assim como a cidade, essa avenida, desde o seu surgimento, no fim do século 19, sempre foi sinônimo de diversidade. No início de sua ocupação, quando abrigava casarões habitados por Leia mais… »

Estação da Luz: uma inglesa bem brasileira

O prédio tem aparência inglesa. Lembra o Palácio de Westminster e a Elizabeth Tower com seu famoso Big Ben. Não poderia ser diferente. A Estação da Luz e sua torre do relógio foram construídas pela São Paulo Railway Company, empresa inglesa que praticamente detinha o monopólio do transporte de carga Leia mais… »

Capela de Santa Catarina: arte e ar puro na Av. Paulista

Era para ser apenas a ermida de um hospital, mas acabou se transformando em uma das igrejas mais bonitas de São Paulo. A capela de Santa Catarina de Alexandria foi construída no estilo Neogótico e abriga afrescos, vitrais, esculturas e peças religiosas. Desde sua inauguração, sempre foi aberta ao público, Leia mais… »

Parque Savóia: uma vila italiana em São Paulo

Entrar no Parque Savóia, no bairro de Campus Elísios, é como mergulhar na São Paulo do início do século 20, quando se vivia o ápice da imigração italiana. Já na entrada, quatro inscrições em Latim introduzem o visitante no espírito romano do lugar. Entre elas encontra-se um Salmo e uma Leia mais… »

Liberdade: um bairro multirracial

Quem visita hoje a Liberdade, na região central de São Paulo, pode jurar que o bairro sempre foi habitado por orientais. Das vistosas luminárias suzurantu, a delicados jardins com lago de carpas; dos letreiros de lojas aos produtos colocados à venda, tudo nos faz lembrar japoneses, chineses ou coreanos. Até Leia mais… »